Mulher que atirou no namorado pelas costas deve se entregar hoje à polícia, diz advogado

mulher que atirou no namorado pelas costas após uma briga por ciúme deve se apresentar à polícia nesta segunda-feira (10). A Justiça decretou a prisão temporária dela por tentativa de homicídio. As informações são da Record TV.

Segundo a polícia, a suspeita deveria ter se entregado no sábado. Diligências foram feitas em três endereços à procura da acusada. O carro usado na fuga foi visto em um pedágio na rodovia Presidente Dutra, próximo a São José dos Campos, no interior paulista.

De acordo com o advogada da acusada, ela disse que não teve a intenção de matar e que a arma não era dela. A suspeita, no entanto, não revelou a quem pertencia.

Ela responde por tentativa de homicídio, mas pode ser acusada também por motivo fútil, caso seja comprovado que ela agiu por ciúme, ou por premeditação, se a arma for dela.

A expectativa da delegada do caso é que ela se apresente no 66º DP, no Vale do Aricanduva, até as 19h, conforme combinado.

A mãe da suspeita está na porta da delegacia e fez um apelo para que a filha apareça. “Estou preocupada, que ela venha falar comigo. Tô muito chocada, chateada. Ela vivia bem com ele, era só felicidade. Mas percebi que ela tava diferente, mas ela não se abria. Acredito que foi por ciúme”.

O caso

Um empresário de 42 anos foi baleado pelas costas pela namorada em Cidade Líder, na zona leste de São Paulo. Ele só escapou de levar mais tiros porque a arma travou após o primeiro disparo. O crime teria sido motivado por ciúme.

Uma câmera de segurança registrou o momento do disparo, que aconteceu na porta do apartamento da vítima. Nas imagens, é possível ver a namorada, de 36 anos, sentada. Depois que o namorado fala algo para ela, vai em direção ao elevador. Segundos depois, ela abre a porta e atira nas costas dele. A vítima cai no chão.

Brava, a suspeita aponta o dedo para o homem e tenta atirar outras vezes, mas a arma falha. O casal continua discutindo e a mulher chega a pegar uma faca dentro do apartamento. O empresário tenta escapar rastejando.

Pela câmera externa do prédio, é possível ver a atiradora fugindo pela área de lazer.

Muito ferido, o empresário conseguiu descer pelo elevador e pediu ajuda. Os primeiros socorros foram feitos por uma enfermeira do condomínio.

Segundo testemunhas, o casal estava junto havia um ano e as discussões eram frequentes. A suspeita está foragida. Os investigadores tentam localizá-la por meio do rastreador do carro dela. De acordo com a última atualização, ela estava no interior do estado com uma amiga que mora na região.

A arma foi apreendida. A polícia busca saber quem é o dono da pistola, já que não há registro no nome dela nem no da vítima.

O empresário está internado em um hospital de Itaquera e pode perder o movimento das pernas. Ele já foi ouvido pela polícia e contou ter um relacionamento conturbado, mas sem episódios de ameaça nem agressão.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário