Mesmo com contusão grave, São Paulo decide buscar novo acordo por Ferraresi junto ao Grupo City

A diretoria do São Paulo pretende se encontrar o quanto antes com representantes do Grupo City para buscar a prorrogação do empréstimo do zagueiro Nahuel Ferraresi.

O venezuelano deverá ficar mais de seis meses sem jogar por conta de uma cirurgia pela qual passará em razão da entorse no joelho direito sofrida no clássico contra o Palmeiras, no último domingo (22).

Segundo o Tricolor, Ferraresi passou por exame de imagem que detectou uma ruptura no ligamento cruzado anterior, razão pela qual o jogador terá de ser submetido a cirurgia, ainda em data a ser definida.

Ainda no domingo, Ferraresi usou as redes sociais para comentar sobre o ocorrido e escancarou a indefinição sobre seu futuro no Morumbi, já que o contrato de empréstimo do clube com o Grupo City vai até o final de junho.

Pouco depois da postagem, o diretor de futebol são-paulino, Carlos Belmonte, imediatamente deu uma espécie de ‘resposta’ do Tricolor, em seu perfil, antecipando que o clube tinha o interesse na sua permanência independente da condição clínica.

– Ferraresi, todos queremos acreditar que essa não terá sido sua última partida com a camisa do São Paulo. Mais do que acreditar, faremos o máximo esforço para continuar a tê-lo conosco. Força e juntos somos mais fortes – escreveu o dirigente.

Desde o início da pré-temporada, em dezembro do ano passado, o São Paulo vem tentando buscar meios para manter Ferraresi no plantel. Há cláusulas no acordo que permitem a sua compra em definitivo, mas os valores são considerados altos nos corredores do Morumbi.

O que ajuda, no caso, conforme o LANCE! apurou, é que havia o interesse do estafe do zagueiro em continuar no Morumbi pelo menos até o final do ano antes da contusão. Algo que deve se manter pelas conversas iniciais dos dirigentes tricolores.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário