Kalil inaugura Casa de Acolhimento para população em situação de rua em VG

Visando fortalecer a rede assistencial à população em situação de rua, o prefeito Kalil Baracat inaugurou, nesta segunda-feira (30), a nova Casa de Acolhimento ‘Rogina Marques de Arruda’. O espaço está localizado no bairro Nova Várzea Grande, próximo a região Central, e possui capacidade para atender até 30 homens e uma família em situação de vulnerabilidade social.

De acordo com Kalil, a Casa vai ampliar as ações intersetoriais na promoção da qualidade de vida, em especial para este público, que na maioria das vezes resiste ao atendimento social. “Durante a campanha fiz um compromisso de dar às pessoas em situação de rua um abrigo, com acolhimento digno. Me sinto feliz em poder entregar a Casa de Amparo e, assim, poder cuidar daquelas pessoas que mais necessitam de um suporte, uma cama, um banho de chuveiro, um prato de comida, o abrigo de um teto”.

Pesquisa publicada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) em 2020 estima que mais de 221 mil pessoas se encontravam em situação de rua no Brasil. Contudo, Kalil ressalta que, com a pandemia, algumas cidades como São Paulo e Rio de Janeiro registraram aumento de cerca de 30%. “Em Várzea Grande, felizmente, esta realidade não é tão latente, mas não é muito diferente. Temos muitas pessoas nessa condição. E queremos ajudar cada uma delas a reencontrarem o seu caminho, a retomarem sua jornada de vida”, pontuou.

Acompanhado da primeira-dama, a promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat, Kalil destacou que a Casa tem o propósito elevar a autoestima e, se possível, inserir ou reinserir esses acolhidos no mercado de trabalho. A inauguração do espaço é mais uma obra do pacote de investimentos que foram anunciados ao longo de todo o mês de maio, num total de aproximadamente R$ 215 milhões, em comemoração aos 155 anos de fundação do Município.

Quanto a indicação do nome da professora ‘Rogina Marques de Arruda’ para abrigar a unidade, Kalil Baracat pontuou a justa homenagem a quem muito contribuiu pelo social no município. “Ela realizou trabalhos significativos no setor educacional e social, por isso é uma emoção grande poder retribuir a ela todo esse carinho, dando a esta unidade o seu nome”.

Emocionada, a filha da homenageada, Tatiana Paula Marques, disse que a sua mãe sempre foi uma mulher de força e garra, que deixou não só para os filhos, netos e colegas de profissão um legado de dedicação ao trabalho em prol do outro. “Ainda muito jovem e na carreira de professora, ela se dedicou a ajudar as pessoas que não sabiam ler, nem escrever. Uma guerreira incansável que nunca desistia de nada, e essa força e coragem que hoje nos move”.

O coordenador do Centro POP (Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Risco), Fábio Reveles, disse que a unidade é destinada à população de risco e que se encontra em situação de rua, e que desejam ser acolhidos. “Conhecemos cada uma das pessoas que estão nesta condição de rua, seus problemas e angústias. Grande parte possui vícios com álcool e drogas, então buscamos levar a eles solidariedade, humanidade e carinho, embora muitos ainda tenham resistência a essa ajuda”.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Ana Cristina Vieira, foram mantidas as características de uma residência familiar. O espaço possui quatro quartos, uma sala de estar para convívio e entretenimento, quatro banheiros, uma suíte para família, cozinha de apoio, amplo refeitório, sala de coordenação e administrativo, além de sala de atendimento para equipe técnica – psicóloga e assistente social -, contendo uma extensa área externa.

HOMENAGEADA

Professora e Assistente social, nascida em 29 de maio de 1955 em Várzea Grande/MT.  O amor em educar, ensinar e ajudar, já fazia parte da sua essência. Desde muito jovem auxiliava na alfabetização de adultos.  Em 1974, casou-se tornando mãe exímia em dedicação e amor à família. Em 1990, concluiu o curso de Magistério e passou a atuar como professora na Escola Couto Magalhães. Sua carreira se estendeu para várias escolas de Ensino Fundamental.

No ano de 2000, concluiu a Faculdade de Pedagogia, quando passou a atuar brilhantemente na carreira. Foi diretora na Escola Estadual Hélio Palma de Arruda, o qual exerceu atividade de gestão. Como uma estudiosa nata, em 2010 se formou Bacharel em Serviço Social, se identificando mais profundamente na sua essência em auxiliar e ajudar ao próximo.

Incansável na sua luta de defender idosos e pessoas vulneráveis, como Conselheira do idoso, como coordenadora geral do fórum do enfrentamento do abuso sexual contra criança e adolescente, foi até seus últimos dias no combate à violência, ao abandono, aos abusos, exercendo sua função de assistente social na Secretaria de Promoção Social de Várzea Grande.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário