Incêndio na Ceasa tem saques a lojas, tiros para cima e confusão com grupo que fazia o sinal ‘L’

Lojas foram saqueadas e houve tumulto durante um incêndio de grandes proporções na Ceasa (Central de Abastecimento do Estado), em Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (31).

De acordo com a Record TV, há relatos de que seguranças dos estabelecimentos dispararam para o alto, na tentativa de dispersar a multidão. A Polícia Militar foi chamada para conter as ações criminosas. Até o momento, não há informações sobre feridos ou detidos.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um grupo fazendo o sinal “L”, em referência ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, em meio a uma grande confusão.

Cerca de 60 bombeiros de 17 unidades atuaram no combate às chamas, com o apoio de drones e um helicóptero, que fizeram o monitoramento aéreo.

O fogo foi controlado depois de aproximadamente sete horas, segundo o porta-voz do Corpo de Bombeiros, o major Fábio Contreiras. Mas o trabalho de rescaldo deve prosseguir até a madrugada.

Os militares foram acionados por volta de 9h45, depois que o incêndio começou em uma loja de materiais descartáveis e se alastrou para outras três.

Ainda não se sabem as causas do incêndio. O caso vai ser investigado pela 27ª DP (Vicente de Carvalho). O prejuízo ainda não foi calculado.

Funcionários disseram que tentaram apagar o incêndio, mas o fogo se espalhou muito rápido.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário