Black Friday leva milhares de consumidores ao comércio de Porto velho

Rondônia | 23 de Novembro de 2018

 Foto: Cássia Firmino/G1

Foto: Cássia Firmino/G1

Milhares de consumidores de Porto Velho foram às ruas nessa sexta-feira (23) em busca das promoções anunciadas para o Black Friday. Nas lojas de todos os bairros as vitrines foram enfeitadas pelos lojistas para atrair clientes.

 

Nesta sexta, algumas lojas abriram uma hora mais cedo e com escala especial de atendentes. Sapatos foram alguns dos produtos mais procurados nas lojas da capital.

 

Segundo os comerciantes, a Black Friday tem ganhado força ao longo dos anos e, para alguns, já representa uma das principais datas de vendas no ano.

 

Orlei Paes, gerente de uma loja de eletrodomésticos e eletrônicos, explica que mesmo alguns consumidores não tendo recebido pagamento do 13° salário, o movimento está atendendo ao esperado.

 

“Se você for falar em faturamento, nos últimos dois anos a Black Friday foi maior do que o do Dia das Mães. O movimento é forte e tem muitas pessoas em busca de promoções. Nossa expectativa é sempre a melhor”, explica Orlei.

 

A ação chega aos mais variados produtos. Clementina Garcia, que trabalha como gerente de vendas de uma operadora de telefonia, também diz que a data é sinônimo de vendas e um dos maiores períodos sazonais.

 

De acordo com ela, é possível bater a meta do mês comum em apenas um dia da promoção.


“É um dos momentos mais esperados em cima de vendas. É Natal, Dia das Mães, e a Black Friday. Nossa equipe começou a trabalhar na quinta-feira (22) às 7h30 da manhã. Passamos a madrugada e estamos com toda equipe preparada para trabalhar nesse período”, aponta.

 

Clientes antecipados


Jessie Dias, de 26 anos, saiu cedo de casa para garantir os melhores produtos e aproveitar as promoções. Depois de aguardar pouco mais de 15 minutos em uma fila para conseguir entrar em uma loja, ela ressalta que mesmo com a demora e a bagunça, devido ao fluxo de clientes, os preços valem a pena.

 

“Esta uma diferença boa, deu pra economizar bastantes. Teve sapato que demorei uma meia hora pra conseguir pegar, mas é assim mesmo, está valendo. Minha mãe foi 5h30 da manhã pra comprar em uma outra loja. Com ela foi bem mais rápido de comprar. Produtos de higiene pessoal, e essas coisinhas de comida, estão compensando bastante”, finaliza Jessie.

 

*Por Cássia Firmino, estagiária do G1 Rondônia, sob a supervisão de Jonatas Boni.

Autor: G1 RO*


Acidente fatal - Máquina tomba e operador infelizmente não sobrevive

Facebook

©Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Rondônia Geral

O site não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e nas colunas assinadas e também pelo conteúdo dos anúcios de terceiros.