Perigoso fugitivo de Ji-Paraná foi morto durante troca de tiros com a polícia na semana passada, em Porto Velho

Polícia | 17 de Setembro de 2018

Na última sexta-feira, dia 14, no município de Porto Velho, uma quadrilha invadiu a chácara de um Sargento da Polícia Militar e ao verem as fardas no guarda-roupas, começaram a torturar toda a família, entre eles crianças e uma mulher recém-operada.

Depois da barbárie, os bandidos fugiram no veículo da vítima, mas foram interceptados pela Polícia Militar. O motorista do veículo roubado acabou perdendo a direção e caiu em um córrego, continuando a fuga a pé pelo mato.

Durante a fuga, os bandidos atiraram várias vezes contra as Guarnições de Rádio Patrulha e também no helicóptero Falcão, do NOA (Núcleo de Operações Aéreas).

Na troca de tiros, um dos bandidos foi baleado e socorrido ao Hospital, mas chegou sem vida. Dois dias após o ocorrido, a Polícia conseguiu identificar o criminoso morto como sendo o fugitivo do sistema prisional de Ji-Paraná, André Cardozo Werneck, de 24 anos. Apesar da pouco idade, André possuía uma extensa ficha criminal e estava no mundo do crime desde quando era menor de idade.

Os outros dois bandidos foram presos e com eles, os PM’s encontraram um forte armamento. Clique no título abaixo e reveja a matéria:

• Fonte: comando190


Acidente fatal - Máquina tomba e operador infelizmente não sobrevive

Facebook

©Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Rondônia Geral

O site não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e nas colunas assinadas e também pelo conteúdo dos anúcios de terceiros.