Projétil é achado alojado no corpo de homem que morreu em hospital após queda de moto

Polícia | 02 de Julho de 2018

(Foto: Jeferson Carlos/G1)

(Foto: Jeferson Carlos/G1)

Um projétil de arma foi encontrado alojado no corpo de um homem que morreu no Hospital Regional horas depois de sofrer uma queda de moto, neste fim de semana, em Ariquemes (RO), a 200 quilômetros de Porto Velho.

 

Segundo boletim de ocorrência, o Serviço Atendimento Médico de Urgência (SAMU) foi chamado para socorrer um jovem de 24 anos que havia sofrido uma queda de moto na tarde de sábado (30). Na ocasião, a informação que se tinha era de que condutor perdeu o controle da direção e bateu o veículo no meio-fio.

 

A vítima então foi socorrida e, após dar entrada no pronto-socorro, acabou não resistindo aos ferimentos.

 

Na noite de sábado, a guarnição da Polícia Militar (PM) foi solicitada até o hospital e lá os policiais foram informados que, durante o raio-x no corpo do homem, os médicos encontraram um projétil de arma alojado no abdômen da vítima.

 

Os policiais fizeram contato com uma testemunha, um homem de 40 anos, e ele disse que na noite de sexta-feira (29) a vítima se envolveu em uma briga em uma casa de shows na cidade.

 

No sábado, a vítima e o suspeito estavam no mesmo bar quando o rapaz de 24 anos saiu, foi até outro bar onde a esposa trabalha, despediu-se e seguiu para a sua residência.

 

No trajeto para casa, segundo a PM, a vítima pode ter sido atingida pelo disparo de arma. Baleado, o condutor provavelmente perdeu o controle da direção da moto e atingiu o mei-fio.

 

Com as informações dos médicos no hospital, os policiais registraram a ocorrência na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp). O caso será investigado pela Polícia Civil e ninguém foi preso pelo crime.

Autor: G1 Ariquemes e Vale do Jamari


Mulher de moto tem cabeça esmagada por caminhão

Facebook

©Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Rondônia Geral

O site não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e nas colunas assinadas e também pelo conteúdo dos anúcios de terceiros.