Cabo eleitoral pega seis meses de detenção por espalhar santinhos e gritar nome de candidata em local de votação

Cidades | 05 de Junho de 2018

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

O juiz eleitoral Wanderley José Cardoso, do município de Espigão do Oeste (RO), condenou o cabo eleitoral Edvan Favaleça a seis meses de detenção por espalhar vários santinhos em frente a um local de votação. Ele ainda ingressou no local gritando “Lúcia, Lúcia, Lúcia”, em alusão ao nome da então candidata a deputada estadual Lúcia Tereza, que se elegeu nas eleições de 2014 mas veio a morrer em 2016.  

Inicialmente o denunciado aceitou proposta de transação penal, na qual teria que pagar a quantia de três salários-mínimos que, na época,  totalizavam R$2.172,00(dois cento e setenta e dois reais). O  montante deveria ter sido pago em seis parcelas mensais de R$362,00(trezentos e sessenta e dois reais), contudo, ele não cumpriu o acordo.

A Justiça Eleitoral deu pelo menos seis oportunidades para que o acusado fizesse transação penal. Ele aceitou todas, mas não cumpriu nenhuma, por isso foi condenado a seis meses de detenção.

• Fonte: tudorondonia


Veja vídeo - Caminhão passa em cima da cabeça de motoqueiro.

Facebook

©Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Rondônia Geral

O site não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e nas colunas assinadas e também pelo conteúdo dos anúcios de terceiros.