Jucer conclui treinamento para fechar 100% de atendimento em Rondônia

Cidades | 11 de Abril de 2018

Entre este mês e maio próximo, a Junta Comercial do Estado de Rondônia (Jucer) funcionará em mais 35 municípios, graças a parcerias com prefeituras.

Diretores treinaram contadores e funcionários de secretarias que emitem alvarás de saúde, licença ambiental, localização, funcionamento e consulta prévia nos municípios de Governador Jorge Teixeira, Monte Negro, São Francisco do Guaporé, Theobroma e Vale do Anari.

“Nesses locais já estão sendo abertas novas empresas”, disse o diretor presidente da Jucer, Vladmir Oliani.

Mais 12 municípios recebem treinamento até o final de abril. Com recursos próprios, a Jucer irá instalar computadores nos espaços cedidos pelas prefeituras e nos quais trabalharão servidores municipais.

Segundo Oliani, os prefeitos elogiaram as vantagens da instalação da Jucer. Depois de concluído o treinamento, o acompanhamento dos procedimentos da repartição será feito diariamente, com suporte técnico em tempo real.

“Em Machadinho d’Oeste, polo regional, treinamos contadores; no geral, nas prefeituras participaram não apenas funcionários de secretarias, mas os próprios secretários”, informou o secretário geral Roger Ribeiro.

O projeto de ampliação foi dividido em três frentes: na primeira, a Jucer formalizou parcerias, pelas quais os municípios liberaram servidores. Na segunda, o treinamento foi feito integrado à Redesim, dele participando: secretarias municipais de Fazenda, Meio Ambiente, Planejamento Urbano e Vigilância Sanitária. E na terceira, a Jucer se dedicou à educação continuada, que foi iniciado no ano passado.

Esse projeto atendeu contadores, salas de empreendedores e empresários, contando ainda com a presença de acadêmicos de administração, direito, economia, e contabilidade.

Pelo Redesim, o empreendedor sai rapidamente da Jucer devidamente legalizado para iniciar sua atividade econômica. Em 24 horas, a maioria das empresas é completamente legalizada.

MUNICIPALISMO

Primeira no ranking das juntas mais céleres do País e, brevemente, primeira do País com presença em 100% dos municípios, a Jucer avança com o uso do projeto Infovia Rondônia. “Além da necessidade de tratarmos o empreendedor de Sua Excelência, conforme propus recentemente, o ideal seria que todo comerciante, industrial ou prestador de serviços fosse buscado em casa, porque é ele quem produz, oferece novos empregos e paga impostos”, disse Oliani elogiando o ex-governador Confúcio Moura e o governador Daniel Pereira, “dois municipalistas”.

MAIS EMPRESAS

O número de empresas abertas aumentou no triênio 2015-2017. Em 2015 elas totalizaram 12.813, em 2016, 13.730, e no ano passado, 16.227.

Em 2015 a Jucer encerrou as atividades de 4.678 empresas, 2.688 em 2016, e 1.111 em 2017.

No ano passado foram autorizados 9.185 novos empreendedores, enquanto apenas 2896 fecharam seus negócios; surgiram 2.303 microempresas e 570 encerram atividades. Empresas de pequeno porte: 393 novas e 60 fechadas; empresas sem enquadramento: 346 novas e 195 encerradas.


CRESCE O NÚMERO DE EMPRESAS NO TRIÊNIO 2015-2017

Por segmentos [micro empreendedores, pequenas, médias e grandes empresas], o percentual de abertura de empresas comerciais em 2015 foi de 65,4%; 65,7% em 2016 e de 65,3% em 2017.

Já o setor industrial baixou de 3,1% em 2015 para 2,9% no ano seguinte; e manteve o mesmo percentual em 2017. O setor de serviços equilibrou-se em 31,5%, 31,4% e 31,8%.

Empresas fechadas: no comércio, 71,2% em 2015; o mesmo percentual em 2016; e 66,6% em 2017; indústria: 2,8% em 2015, o mesmo percentual no ano seguinte; e 3,6% em 2017; serviços: 26% em 2015, 26% em 2016 e 29,8% no ano passado.

COMÉRCIO E INDÚSTRIA

No biênio 2016-2017 Rondônia totalizava 63,1 mil estabelecimentos comerciais e atualmente 63,9 mil, obtendo 1,26% de crescimento. Os serviços passaram de 53,8 mil para 60,2 mil, no percentual de 1,38%.

A indústria havia registrado 8,7 mil empresas, passando a 9,5 mil, com incremento de 1,09%. O agronegócio tinha 3.113, chegando a 3.399, com 0,89%. E o setor financeiro abriu 1,5 mil negócios, alcançando 1,6 mil, no percentual de 1,20%.

• Fonte: SECOM


VEJA O VÍDEO - Estrupadores são pego pela população e olha o que deu

Facebook

©Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Rondônia Geral

O site não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e nas colunas assinadas e também pelo conteúdo dos anúcios de terceiros.