Câmara realiza primeira sessão itinerante de 2018 no Ifro

Política | 01 de Março de 2018

A Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP) realizou, na última terça-feira (27), a terceira sessão ordinária e a primeira itinerante de 2018. Os trabalhos legislativos aconteceram no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro), campus de Ji-Paraná.  

 

Para o presidente Affonso Cândido (DEM), as itinerantes, principalmente em ambientes escolares, permitem mais participação popular e trazem transparências aos atos do legislativo. A sessão foi acompanhada por alunos e professores da instituição federal de ensino.

 

Durante a sessão, participaram os debates com os vereadores os alunos Luana Cristina Moura de Souza (4º ano) e Gabriel Segatto (3º ano), ambos do curso matutino de Floresta do Ifro.

 

“Nessas itinerantes, exercitamos a vontade popular e o exercício da cidadania”, garantiu Affonso Cândido. De acordo com o requerimento, aprovado em plenário, de autoria do vereador Obadias Ferreira (DEM), a próxima itinerante acontece no dia 6 de março na Escola Estadual Osvaldo Piana no bairro Jardim das Seringueiras (2º distrito).

 

Em seu pronunciamento, o vereador Ademilson Procópio (PTB) pediu para que o ônibus escolar faça embarque e desembarque de alunos da rede municipal de ensino na rua Orestes Matana, fora da BR-364, para segurança dos alunos que residem próximo Distrito Industrial, km 07, saída para Porto Velho.

A vereadora Silvia Cristina lembrou do dia 24 de fevereiro, último sábado, como um marco na história da mulher brasileira. Nessa data, segundo a vereadora, no código eleitoral Provisório (Decreto 21076), de 24 de fevereiro de 1932, durante o governo de Getúlio Vargas, o voto feminino no Brasil foi assegurado, após intensa campanha nacional pelo direito das mulheres ao voto.

 

“Mais de cem mulheres no município de Ji-Paraná estão com medidas protetivas por estarem sofrendo algum tipo de violência doméstica”, garantiu a vereadora Cláudia de Jesus (PT). Os dados são da equipe Maria da Pena, força policial que cuida de denúncias de violência contra a mulher no município. Cláudia de Jesus pediu que a Prefeitura de Ji-Paraná colabore para instalação de um local para abrigo das mulheres afetadas pela violência doméstica.  

 

Na sessão, foram aprovados, em plenário, 35 requerimentos propostos por sete vereadores (Affonso Cândido (DEM), Jhony Paixão (PRB), Ademilson Procópio (PTB), Marcelo Lemos (PSD), Obadias Ferreira (DEM), Silvia Cristina (PDT) e Cláudia de Jesus (PT).

 

Seis projetos de lei foram também aprovados na sessão, em primeira votação, entre eles o Projeto de Decreto Legislativo nº 230/2018 que “Dispõe sobre a aprovação da prestação de contas do Município de Ji-Paraná, relativas ao exercício financeiro de 2016”.

• Fonte: Rul.com.br


Veja vídeo - Caminhão passa em cima da cabeça de motoqueiro.

Facebook

©Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Rondônia Geral

O site não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e nas colunas assinadas e também pelo conteúdo dos anúcios de terceiros.